Como cuidar da marca da sua empresa

As empresas se destacam no universo comercial através de diversas formas, mas a única maneira capaz de se identificar rapidamente um produto ou serviço é por meio da marca que ela representa.

Não temos a pretensão de exaurir o conteúdo em virtude de sua imensa profundidade. Tampouco queremos ser verdade absoluta na explanação do tema em destaque. Na verdade, queremos de maneira concisa, chamar a atenção para a questão que deve ser alvo de muito interesse e importância para as empresas que buscam o sucesso em sua trajetória.

Pode-se parafrasear que enquanto a estrutura empresarial forma o corpo, que age no mundo dos negócios, a marca é a alma que interage com a mente do consumidor. Enquanto o corpo empresarial caminha em meio à multidão de consumidores, a alma do negócio precisa ser comunicada, difundida e vislumbrada por muitos expectadores que buscam diferenciais que possam facilmente corresponder aos anseios de suas preferências.

Devido à importância que a marca pode impor na mente dos consumidores, é imprescindível que toda e qualquer organização cuide muito bem da sua alma, da sua marca. De modo que, esta venha a ser a face visível e simpática que deve atrair e ser capaz de criar vínculos afetivos com seus consumidores, formando senso comum sobre qualidades e características do produto ou serviço representado.

Tomando o exemplo da empresa como um corpo organizacional, um dos cuidados primários com o corpo é a aparência. Pois na representação corporal é a fisionomia que atrai, impressiona e distingue um ser dentre milhares. Ou seja, a aparência é tudo. E como se afirmar isso em relação à marca de empresas? Um bom design gráfico, cores e traços identificadores são itens essenciais para uma correta apresentação pública.

Mas apesar de a aparência ser o primeiro impacto visual, existem outros fatores intrínsecos à marca que são indispensáveis na formação do conjunto que determina a qualidade e o valor que a marca representa. Esses elementos são em sua condição elementar, os processos, os materiais empregados, o serviço humano dispensado na realização das tarefas, a qualidade dos produtos utilizados, bem como outros valores agregados que forma o todo da marca, isto é, corpo e alma.

O cuidado com a marca exige atenção integral, tanto em aspectos internos quanto externos, nas formas visíveis e invisíveis, pois na avaliação final do cliente tudo é perceptível, e todas as convicções assumidas pelos consumidores, serão conceitos firmados posteriormente na mente consumidora.

Em outras palavras, de nada adianta ter uma impressionante logomarca, exibir belíssima identidade visual ou ainda promover uma campanha de marketing bem feita, se o produto ou serviço não agradar suficientemente, ou pior ainda, venha a desagradar o cliente. A isso o público chama de propaganda enganosa, bonito por fora, com apelos convincentes, mas no final, após a prova da real utilidade do produto ou serviço há um desapontamento com a marca.

O Cuidado com a marca exige esforço concentrado e contínuo, pois é ela que comunica de modo inconfundível a qualidade dos produtos ou serviços ofertados.

Como vimos cuidar da marca não é tarefa tão simples, há complexidade, exigindo cuidados profissionais, e assim como as empresas entregam serviços financeiros e contábeis a uma consultoria especializada em contabilidade, é recomendado que o branding (cuidado com a marca), seja de igual modo, confiado a uma empresa ou profissional dedicado à consultoria de branding. Essa seria a forma correta para se cuidar da marca: entregá-la a quem de fato saiba lidar com os diversos fatores que influenciam diretamente no conceito público e no fortalecimento da marca perante o mercado.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *